Medo na infância: como a literatura pode espantar os fantasmas debaixo da cama

 na categoria Educação Infantil, Textos Educação Infantil

O medo é um sentimento muito comum na infância. Se você prestar atenção, vai notar que ele aparece com características bem variadas. Bebês pequenos podem se assustar diante de sons ou luzes fortes, já os maiorzinhos demonstram temor quando surgem pessoas ou ambientes novos. É só mais ou menos a partir de um ano e meio que as crianças começam a ter medo de escuro, e mais tarde, entre 3 e 5 anos, que temem monstros, fantasmas e outras criaturas assustadoras.

Diante do medo na infância, muitos pais tentam minimizar o sentimento – especialmente se o alvo do medo é um elemento fantasioso. No entanto, dizer ao pequeno que o que ele sente é “bobeira” ou que não tem razão de ser pode soar como um silenciamento daquela emoção ou como se os pais não dessem importância para a angústia da criança. O ideal é oferecer acolhimento, comunicar que o medo é um sentimento comum – e em até certa medida benéfico, pois nos ajuda a nos proteger de perigos –, que adultos também sentem medo e dialogar sobre as origens daquele sentimento.

Nesse sentido, a literatura é excelente para ajudar a lidar com o medo. Ela pode apresentar o sentimento de forma simbólica, apontando caminhos para sua transcendência de modo mais leve e até divertido. Para ajudar pais e mães, o Clube Quindim separou alguns livros ótimos para abordar o medo com os pequenos na infância.

Livros para lidar com o medo na infância

A princesinha medrosa

a princesinha medrosa odilon moraes livros que transformam
Autor: Odilon Moraes
Editora: Jujuba

Um livro que já se tornou uma espécie de clássico da literatura infantil brasileira, vencedor do prêmio de Melhor Livro para Crianças da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), do Jabuti e até adaptado para peça de teatro. Nele, uma princesinha tem medo de tudo: do escuro, da escassez e da solidão. Com seu poder de princesa, tenta controlar a ação de todos à sua volta para se proteger. Isso até que se perde em um passeio e conhece um menino que gosta de contar estrelas à beira do rio. A partir daí, a menininha vai aprender a enxergar o mundo com outros olhos, descobrindo que pode encontrar força dentro de si mesma. Faz parte da seleção do Clube Quindim de julho.

Chapeuzinho amarelo

chapeuzinho amarelo chico buarque
Escritor: Chico Buarque
Ilustrações: Ziraldo
Editora: Autêntica

Essa simpática personagem da literatura nacional também tem medo de tudo – não à toa é amarela. Nos traços característicos do ilustrador Ziraldo, ela teme tanta coisa que tem até medo de sentir medo. Mas o maior dos seus temores é encontrar o lobo, essa criatura feroz do imaginário infantil, capaz de comer vovózinhas, caçador, rei, princesa e muito mais. Tudo muda de figura, contudo, quando a garotinha se vê diante do animal: ela vai perceber que é possível encontrar estratégias simples para lidar com o temor. E que o medo é menor do que imaginava. O livro recebeu o selo de “Altamente Recomendável, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e, em 1998, Ziraldo conquistou o Prêmio Jabuti na categoria Ilustração. Também já foi entregue pela seleção do Clube Quindim.

Postagens Recentes

Digite o que procura e aperte a tecla Enter para pesquisar