Tão perto, tão longe: romance em tempos de isolamento

 na categoria Área Biológica Educação Superior, Educação superior, Textos Área Biológica Educação Superior

Por Liliane Jochelavicius

O fotógrafo Jeremy Cohen viu Tori Cignarella dançando na cobertura do prédio vizinho ao dele e acenou para ela. A moça retribuiu o cumprimento. Assim, Jeremy pegou um pedaço de papel e escreveu seu telefone e o pedido para que Tori enviasse uma mensagem a ele. Colou o papel em um drone, que voou até Tori. Ela ficou surpresa com o gesto. Uma hora mais tarde, Jeremy recebeu uma mensagem da garota da cobertura.

Encontro a distância

No dia seguinte ao primeiro contato, Jeremy convidou Tori para sair. Mas em vez de responder sim ou não, ele perguntou como. Trinta minutos antes do horário marcado, a colega de apartamento de Tori organizou tudo no telhado. Pontualmente, ela estava lá e ele na sacada do apartamento. Assim, eles jantaram juntos em contato por chamada de vídeo no celular. Essa foi a segunda parte dessa história.

A parte seguinte envolveu uma barreira diferente. Jeremy precisava ver Tori, mas também respeitar a distância física. Ele levou flores, mas isso foi um erro, porque ele foi dentro de uma bolha e não foi possível entregar o presente. Jeremy atravessou a rua dentro da sua bolha e enviou uma mensagem para Tori descer. Pela reação, Jeremy pensa que ela gostou da surpresa.

Eles fizeram um passeio pelo bairro, ele na bolha e ela do lado de fora. Durante a volta apareceu um carro de polícia. Mas eles queriam uma fotografia com o casal, porque reconheceram eles do noticiário da noite anterior.

Essa história que já é quase um relacionamento a distância, embora eles sejam vizinhos, ganhou a atenção das pessoas na internet.  A mensagem de Jeremy é de que não é porque precisamos manter distância que precisamos ser socialmente distantes. Ele pede que as pessoas lembrem-se de espalhar amor e gentileza.

Postagens Recentes

Digite o que procura e aperte a tecla Enter para pesquisar