Festas Juninas: as comidas e bebidas mais tradicionais nos arraiás Brasil afora

 em Desques, Educação Profissional, Textos Educação Profissional

as comemorações que anualmente agitam as várias regiões do país em junho, o que não pode faltar, além de música e dança, é a fartura de algumas comidas e bebidas tradicionais dessas festas.

De Norte a Sul do Brasil, junho é um dos meses mais animados e agitados graças às Festas Juninas que acontecem desde cidades pequenas com quermesses locaisgrandes eventos com shows e concursos de quadrilha, como as festas de São João em Caruaru (em Pernambuco) e  Campina Grande (na Paraíba).

Mas o que há em comum nos arraiás pelo Brasil, independentemente de seu tamanho, são as comidas típicas da Festa Junina, um elemento cultural que reflete a miscigenação do povo brasileiro e atrai milhares de pessoas por sua popularidade.

(Veja também: Onde acontecem as principais Festas Juninas do Brasil?)

Comidas e bebidas típicas das Festas Juninas

Apesar das tradições culturais de cada região brasileira (que possuem seus próprios pratos típicos), algumas comidas e bebidas se tornaram comuns nessas festas em praticamente todo o país, ganhando o paladar do povo e se tornando quase sinônimo gastronômico das Festas Juninas.

São comidas que representam boa parte da formação cultural do Brasil e da nossa culinária, como afirma a Agência Brasil no artigo intitulado “Festa Junina é aula de gastronomia e história”. Isso porque a diversidade de pratos, os ingredientes principais usados e suas maneiras de preparo carregam consigo um pouco da história do país.

Entre as comidas mais típicas das Festas Juninas se destacam aquelas feitas à base de milhoamendoimarrozmandioca. Do milho, por exemplo, são feitos muitos pratos doces e salgados, sendo este um ingrediente essencial da temporada junina no Brasil.

Nas regiões Norte e Centro-Oeste, há pratos salgados feitos com o arroz como ingrediente. Trata-se do ...
Em São Paulo, as festas juninas trazem também o tradicional "cuscuz paulista", que é preparado com ...

À esquerda:

Nas regiões Norte e Centro-Oeste, há pratos salgados feitos com o arroz como ingrediente. Trata-se do arroz Maria-Isabel, que inclui carne de sol na receita. Na imagem, o famoso arroz Maria-Isabel e um típico bolo de fubá.

Foto de Marcello Casal Jr. Agência Brasil

À direita:

Em São Paulo, as festas juninas trazem também o tradicional “cuscuz paulista”, que é preparado com farinha de milho.

Foto de Universidad de São Paulo Imagens

O artigo da Agência Brasil informa que esses ingredientes não foram escolhidos à toa como matéria-prima das receitas juninas. Segundo o historiador Rafael Gonçalves comenta no documento governamental, a origem europeia das festas juninas (que vieram para o Brasil com os portugueses durante o período colonial) tem no Nordeste sua base o milho como ingrediente principal porque esta era a região do Brasil centro da nova colônia na época. E era lá que ocorria a colheita do milho justamente em junho.

As comidas que se tornaram tradicionais por aqui, no entanto, ganharam outras influências além das européias graças à presença da cultura indígena e africana na culinária brasileira, que foi criando pratos famosos nas comemorações juninas, como também é comentado em um artigo da Universidade de São Paulo (USP) sobre o tema.

  • Comidas juninas típicas feitas com milho 
    Ingrediente mais usado nas festas juninas, ele está presente em pratos salgados, como o milho-verde cozido servido com sal (e manteiga a gosto), e também na pamonha (iguaria feita a partir do milho-verde cozido ralado misturado com leite de vaca ou leite de coco, adicionado sal e manteiga, formando uma massa).

Em São Paulo, por sua vez, também é comum usar a farinha de milho para fazer o “cuscuz paulista”, prato salgado tradicional nas Festas Juninas do estado. Em outros estados do Nordeste e do Norte é mais fácil encontrar o “cuscuz nordestino”, que também leva farinha de milho.

A pamonha é um prato tradicional feito de milho e um dos mais relacionados às comemorações ...

A pamonha é um prato tradicional feito de milho e um dos mais relacionados às comemorações das Festas Juninas.

Foto de Luisa Dörr

O milho também é essencial em doces juninos famosos como a canjica (que é feita com milho branco) e o curau (creme feito à base de milho verde). Além do bolo de milho e o bolo de fubá (que é uma farinha fina feita de milho). Além de claro, a pipoca (tanto doce quanto salgada).

  • Outras comidas tradicionais juninas 
    Com o amendoim é feito o “pé de moleque”, um doce seco e firme que é feito com amendoim torrado e leite condensado. Já com o arroz, o mais famoso prato é o arroz doce, em que o grão é cozido no leite com açúcar até ficar macio e depois é adicionado especiarias como canela e cravo. No Norte e no Centro-Oeste essa é também a época de se comer um prato salgado feito com o ingrediente: trata-se do “arroz Maria-Isabel”, que leva carne de sol na receita.Há ainda regiões em que é comum encontrar maçã do amorpaçoca de amendoim, broa de fubápão de queijosanduíche de perniltapioca salgada e docebolo de amendoim, entre outros quitutes.
  •  Bebidas tradicionais juninas

Além das comidas, as bebidas típicas ganham destaque nas Festas Juninas brasileiras. Duas delas são as mais famosas: o vinho quente, que é a base de vinho suave fervido com canela, cravomaçã e açúcar – e tem origem europeia, segundo o livro “Brasil: cachaça e outras bebidas tradicionais”, de Lucas Brunozi Avelar); e o quentão, feito com cachaça, água, açúcar, gengibre ralado, limão, canela e cravo.

Ambas são bebidas quentes cujo intuito é “esquentar” o corpo. Afinal, no Brasil as Festas Juninas acontecem no inverno – apesar de não fazer muito frio em boa parte do país.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar