Lista de governadores do Paraná

 em Ensino Fundamental -1, História Ensino Fundamental, Textos Historia Ensino Fundamental

 

 

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Governador do Paraná

Esta é uma lista de governantes do Paraná. Incluem-se neste artigo todos os mandatários que governaram o território hoje chamado estado do Paraná, desde os primórdios da colonização portuguesa até a atualidade.

O estado do Paraná, assim como uma república, é governado por três poderes, todos com sede na capital: o executivo, representado pelo governador, o legislativo, pela Assembleia Legislativa do Paraná, e o judiciário, pelo Tribunal de Justiça do Paraná e outros tribunais, e juízes.[1] Também é permitida a participação popular nas decisões do governo através de referendos e plebiscitos.[2] A atual constituição do estado foi promulgada em 1989, acrescida das alterações resultantes de posteriores emendas constitucionais.[1] Constituem símbolos estaduais a bandeira, o brasão e o hino, além do sinete.[1]

O poder executivo paranaense está centralizado no governador do estado, que é eleito em sufrágio universal e voto direto e secreto, pela população para mandatos de até quatro anos de duração, e pode ser reeleito para mais um mandato. Ele é o responsável pela nomeação dos secretários de estado, que auxiliam no governo.[1] A sede do governo estadual, o Palácio Iguaçu, foi inaugurada em 1953, em homenagem às comemorações do centenário da emancipação política do estado,[3] sendo transferida temporariamente para o das Araucárias, de 14 de maio de 2007 até 18 de dezembro de 2010. Naquela época, o Iguaçu voltou a abrigar a sede do governo paranaense.[4] Entre as década de 1960 e 2010, a Granja do Canguiri serviu de residência de campo oficial do governador, em algumas gestões deste período.

Desde o começo do período republicano, assumiu pela primeira vez o governo do estado o fluminense Francisco José Cardoso Júnior, que esteve no poder entre 17 de novembro e 4 de dezembro de 1889. Foi apenas no ano de 1947 onde ocorreu a posse do primeiro governador escolhido por sufrágio universal, Moisés Lupion, eleito pela segunda vez para um mandato entre 1956 e 1961.[5] O atual chefe do executivo paranaense é Ratinho Junior, que assumiu o cargo em 1 de Janeiro de 2019.

O poder legislativo estadual é unicameral e exercido pela Assembleia Legislativa do Paraná (Centro Leg. Presidente Aníbal Khury),[nota 1] formada por 54 deputados estaduais, eleitos de forma direta para mandatos quadrienais. Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao executivo, especialmente o orçamento estadual (conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias).[1] No Congresso Nacional, a representação paranaense é de três senadores e trinta deputados federais.[6]

O poder judiciário tem a função de julgar, conforme leis criadas pelo legislativo e regras constitucionais brasileiras, sendo composto por desembargadores, além dos tribunais de júri, juizados especiais e juízes de direito, substitutos e de paz.[1] A maior corte do Poder Judiciário paranaense é o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, localizado no Centro Cívico.[7] Representações deste poder estão espalhadas pelo território estadual por intermédio de unidades denominadas de comarcas. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, o Paraná possuía, em novembro de 2016, 7 864 377 eleitores, representando 5,376% do eleitorado brasileiro, o sexto maior do país.[8]

Presidentes do período imperial (1853 — 1889)

Legenda

Partido Conservador

Partido Liberal

Nome Imagem Partido Início do mandato Fim do mandato
Segundo Reinado (1840-1889)
1 Zacarias de Góis Partido Conservador 19 de dezembro de 1853 3 de maio de 1855
2 Teófilo Vitório Ribeiro de Resende
Partido Conservador 3 de maio de 1855 27 de julho de 1855
3 Henrique Beaurepaire-Rohan Partido Liberal[9] 27 de julho de 1855 1º de março de 1856
4 Vicente Pires da Mota Partido Liberal[9] 1º de março de 1856 26 de setembro de 1856
5 José Antônio Vaz de Carvalhais
Partido Liberal[9] 26 de setembro de 1856 11 de novembro de 1857
6 Francisco Liberato de Matos
Partido Conservador 11 de novembro de 1857 26 de fevereiro de 1859
7 Francisco da Câmara Leal
Partido Conservador 26 de fevereiro de 1859 2 de maio de 1859
8 José Francisco Cardoso
Partido Conservador 2 de maio de 1859 16 de março de 1861
9 Antônio Gomes Nogueira
Partido Liberal[9] 16 de março de 1861 31 de março de 1863
10 Manuel Antônio Ferreira
Partido Liberal[9] 31 de março de 1863 5 de junho de 1863
11 Sebastião Gonçalves
Partido Liberal[9] 5 de junho de 1863 7 de março de 1864
12 José Joaquim do Carmo Jr
Partido Liberal[9] 7 de março de 1864 18 de junho de 1864
13 André Augusto de Pádua Fleury
Partido Conservador 18 de junho de 1864 19 de agosto de 1864
14 Agostinho Ermelino de Leão
Partido Conservador 19 de agosto de 1864 18 de novembro de 1864
15 André Augusto de Pádua Fleury
Partido Conservador 18 de novembro de 1864 4 de junho de 1865
16 Manuel Alves de Araújo
Partido Liberal[9] 5 de junho de 1865 18 de agosto de 1865
17 André Augusto de Pádua Fleury
Partido Conservador 18 de agosto de 1865 23 de março de 1866
18 Agostinho Ermelino de Leão
Partido Conservador 23 de março de 1866 15 de novembro de 1866
19 Polidoro César Burlamaqui
Partido Conservador 15 de novembro de 1866 17 de agosto de 1867
20 Carlos Augusto Ferraz
Partido Conservador 17 de agosto de 1867 31 de outubro de 1867
21 José Feliciano Horta de Araújo Partido Conservador 31 de outubro de 1867 5 de maio ou 29 de maio de 1868
22 Carlos Augusto Ferraz de Abreu
Partido Conservador 5 de maio ou 29 de maio de 1868 14 de setembro de 1868
23 Antônio Augusto da Fonseca
Partido Conservador 14 de setembro de 1868 28 de agosto de 1869
24 Agostinho Ermelino de Leão
Partido Conservador 28 de agosto de 1869 26 de novembro de 1869
25 Antônio Affonso de Carvalho . Partido Conservador 27 de novembro de 1869 20 de abril de 1870
26 Agostinho Ermelino de Leão
Partido Conservador 3 de maio de 1870 24 de dezembro de 1870
27 Venâncio José de Oliveira Lisboa
Partido Liberal[9] 24 de dezembro de 1870 15 de janeiro de 1873
28 Manuel Antônio Guimarães
Partido Liberal[9] 15 de janeiro de 1873 13 de junho de 1873
29 Frederico Cardoso de Araújo
Partido Liberal[9] 13 de junho de 1873 2 de maio de 1875
30 Agostinho Ermelino de Leão
Partido Conservador 2 de maio de 1875 8 de maio de 1875
31 Adolfo Lamenha Lins
Partido Liberal[9] 8 de maio de 1875 16 de julho de 1877
32 Manuel Antônio Guimarães
Partido Liberal[9] 16 de julho de 1877 17 de agosto de 1877
33 Joaquim Bento de Oliveira Jr
Partido Liberal[9] 17 de agosto de 1877 7 de fevereiro de 1878
34 Jesuíno Marcondes Oliveira
Partido Liberal[9] 7 de fevereiro de 1878 23 de março de 1878
35 Rodrigo Otávio de Oliveira
Partido Conservador 23 de março de 1878 31 de março de 1879
36 Jesuíno Marcondes Oliveira e Sá
Partido Liberal[9] 31 de março de 1879 23 de abril de 1879
37 Manuel de Sousa Dantas Filho
Partido Conservador 23 de abril de 1879 4 de agosto de 1880
38 João José Pedrosa Partido Conservador 4 de agosto de 1880 3 de maio de 1881
39 Sancho de Barros Pimentel
Partido Conservador 3 de maio de 1881 26 de janeiro de 1882
40 Jesuíno Marcondes Oliveira e Sá
Partido Liberal[9] 26 de janeiro de 1882 6 de março de 1882
41 Carlos Augusto de Carvalho Partido Conservador 6 de março de 1882 26 de maio de 1883
42 Antônio Alves de Araújo
Partido Conservador 26 de maio de 1883 3 de setembro de 1883
43 Luís Alves Leite Bello
Partido Liberal[9] 3 de setembro de 1883 5 de junho de 1884
44 Brasílio Augusto Machado Partido Conservador 5 de junho de 1884 21 de agosto de 1885
45 Antônio Alves de Araújo
Partido Conservador 24 de agosto de 1885 18 de setembro de 1885
46 Joaquim Almeida Sobrinho
Partido Liberal[9] 20 de setembro de 1885 29 de setembro de 1885
47 Alfredo d’Escragnolle Taunay Partido Liberal[9] 29 de setembro de 1885 3 de maio de 1886
48 Joaquim Almeida Sobrinho
Partido Liberal[9] 3 de maio de 1886 26 de dezembro de 1887
49 Antônio Ricardo dos Santos
Partido Liberal[9] 29 de dezembro de 1887 9 de fevereiro de 1888
50 José Cesário Ribeiro
Partido Conservador 9 de fevereiro de 1888 30 de junho de 1888
51 Ildefonso Pereira Correia Partido Conservador 30 de junho de 1888 4 de julho de 1888
52 Balbino Cândido da Cunha Partido Conservador 4 de julho de 1888 18 de junho de 1889
53 Jesuíno Marcondes Oliveira e Sá
Partido Liberal[9] 18 de junho de 1889 23 de agosto de 1889
54 Joaquim José Alves
Partido Conservador 3 de setembro de 1889 11 de setembro de 1889
55 Jesuíno Marcondes Oliveira e Sá
Partido Liberal[9] 12 de setembro de 1889 16 de novembro de 1889

Governantes do período republicano (1889 — 2023)

No período republicano, os governadores ainda eram denominados “presidentes” até a Revolução de 1930.[10]

Nome Imagem Partido Início do mandato Fim do mandato Observações
Primeira República Brasileira (1889-1930)
1 Francisco Cardoso Jr Partido Republicano DemocráticoPRD 17 de novembro de 1889 4 de dezembro de 1889 Presidente nomeado
2 José Marques Guimarães Partido Republicano DemocráticoPRD 4 de dezembro de 1889 18 de fevereiro de 1890 Presidente nomeado
Herculano de Freitas Partido Republicano ParanaensePRP[11] 18 de fevereiro de 1890 4 de março de 1890 Vice-presidente nomeado em exercício
3 Américo Lobo Leite Pereira
Partido Republicano DemocráticoPRD[12] 4 de março de 1890 28 de julho de 1890 Presidente nomeado
Joaquim Monteiro[13]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 28 de julho de 1890 28 de agosto de 1890 Vice-presidente eleito em exercício
4 Serzedelo Correia
Partido Republicano DemocráticoPRD 28 de agosto de 1890 3 de novembro de 1890 Presidente nomeado
Joaquim Monteiro[13]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 3 de novembro de 1890 27 de dezembro de 1890 Vice-presidente eleito em exercício
5 José Aguiar Lima[14]
União Republicana ParanaenseURP[15] 27 de dezembro de 1890 3 de junho de 1891 Presidente nomeado
6 Generoso Marques dos Santos[16]
União Republicana ParanaenseURP[15] 3 de junho de 1891 29 de novembro de 1891 Presidente nomeado
Roberto Ferreira
Bento Lins
Joaquim Monteiro[13]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 29 de novembro de 1891 25 de fevereiro de 1892 membros da Junta Governativa
7 Francisco Xavier da Silva
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1892 12 de abril de 1893 Presidente nomeado
Vicente Machado
Partido LiberalPL[17] 12 de abril de 1893 1º de janeiro de 1894 Vice-presidente eleito em exercício
8 Teófilo Soares Gomes
Partido Republicano DemocráticoPRD 1º de janeiro de 1894 21 de janeiro de 1894 Presidente nomeado
9 João Meneses Dória[18]
Partido Republicano DemocráticoPRD 21 de janeiro de 1894 24 de março de 1894 Presidente nomeado
10 Francisco Cardoso Jr. Partido Republicano DemocráticoPRD 24 de março de 1894 3 de abril de 1894 Presidente nomeado
11 Tertuliano Teixeira de Freitas
União Republicana ParanaenseURP[15] 3 de abril de 1894 abril/maio de 1894 Presidente nomeado
12 José Ferreira Braga
Partido Moderado BrasileiroPMB abril/maio de 1894 abril/maio de 1894 Presidente nomeado
Vicente Machado
Partido LiberalPL[17] maio de 1894 maio/junho de 1894 Vice-presidente eleito em exercício
13 Francisco Xavier da Silva
Partido Republicano ParanaensePRP[11] maio/junho de 1894 25 de fevereiro de 1896 Presidente nomeado
14 Santos Andrade[19]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1896 3 de abril de 1899 Presidente nomeado
José Bernardino Bormann
Partido Republicano FederalPRF[20] 3 de abril de 1899 10 de maio de 1899 Vice-presidente eleito em exercício
15 Santos Andrade[19]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 10 de maio de 1899 25 de fevereiro de 1900 Presidente nomeado
16 Francisco Xavier da Silva
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1900 25 de fevereiro de 1904 Presidente eleito em comícios populares
17 Vicente Machado
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1904 13 de abril de 1906 Vice-presidente eleito em comícios populares,
assumiu o cargo de Presidente
18 João Cândido Ferreira[21]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 13 de abril de 1906 21 de julho de 1907 Vice-presidente eleito em comícios populares,
assumiu o cargo de Presidente
19 Joaquim Monteiro[13]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 21 de julho de 1907 25 de fevereiro de 1908 Vice-presidente eleito em comícios populares,
assumiu o cargo de Presidente
20 Alencar Guimarães[22]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1908 26 de abril de 1908 Vice-presidente eleito em comícios populares,
assumiu o cargo de Presidente
21 Francisco Xavier da Silva
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 26 de abril de 1908 25 de fevereiro de 1912 Presidente eleito em comícios populares
22 Carlos Cavalcanti[23]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1912 25 de fevereiro de 1916 Presidente eleito em comícios populares
23 Affonso Camargo[24]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1916 25 de fevereiro de 1920 Vice-Presidente eleito em comícios populares
24 Caetano Munhoz da Rocha[25]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1920 25 de fevereiro de 1924 Presidente eleito em comícios populares
25 Caetano Munhoz da Rocha[25]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1924 25 de fevereiro de 1928 Presidente reeleito em comícios populares
26 Affonso Camargo[24]
Partido Republicano ParanaensePRP[11] 25 de fevereiro de 1928 5 de outubro de 1930 Presidente reeleito em comícios populares
Era Vargas (1930-1945)
27 Mário Tourinho Aliança LiberalAL[26] 5 de outubro de 1930 29 de dezembro de 1931 Interventor federal
João Perneta
Partido ProgressistaPP[27] 29 de dezembro de 1931 30 de janeiro de 1932 Interventor federal interino
28 Manuel Ribas
Partido Social DemocráticoPSD[28] 30 de janeiro de 1932 3 de novembro de 1945 Interventor federal
Segunda República Brasileira (1945-1964)
29 Clotário Portugal
Partido Social DemocráticoPSD[29] 3 de novembro de 1945 25 de fevereiro de 1946 Interventor federal
30 Brasil Pinheiro Machado
Partido Social DemocráticoPSD[30] 25 de fevereiro de 1946 6 de outubro de 1946 Interventor federal
31 Mário Gomes
Partido Social DemocráticoPSD[31] 7 de outubro de 1946 6 de fevereiro de 1947 Interventor federal
32 Antônio de Carvalho Chaves
Partido Social DemocráticoPSD[32] 6 de fevereiro de 1947 12 de março de 1947 Interventor federal
33 Moisés Lupion
Partido Social DemocráticoPSD 12 de março de 1947 31 de janeiro de 1951 Governador eleito por sufrágio universal
34 Bento Munhoz da Rocha Neto
Partido RepublicanoPR 31 de janeiro de 1951 3 de abril de 1955 Governador eleito por sufrágio universal
Antonio Annibelli
Partido Trabalhista BrasileiroPTB[33] 3 de abril de 1955 1º de maio de 1955 Presidente da Assembleia Legislativa,
governador substituto.
35 Adolfo Franco
União Democrática NacionalUDN[34] 1º de maio de 1955 31 de janeiro de 1956 Governador eleito pela Assembleia Legislativa
36 Moisés Lupion
Partido Social DemocráticoPSD 31 de janeiro de 1956 31 de janeiro de 1961 Governador eleito por sufrágio universal
37 Ney Braga[35]
Partido Democrata CristãoPDC 31 de janeiro de 1961 17 de novembro de 1965 Governador eleito por sufrágio universal
Regime Militar (1964-1985)
Antônio Ferreira Rüppel
Partido Democrata CristãoPDC 17 de novembro de 1965 20 de novembro de 1965 Presidente da Assembleia Legislativa,
governador substituto
38 Algacyr Guimarães
Partido Democrata CristãoPDC[36] 20 de novembro de 1965 31 de janeiro de 1966 Governador eleito pela Assembleia Legislativa
39 Paulo Pimentel Partido Trabalhista NacionalPTN 31 de janeiro de 1966 15 de março de 1971 Governador eleito por sufrágio universal
40 Haroldo Leon Peres
Aliança Renovadora NacionalARENA 15 de março de 1971 23 de novembro de 1971 Governador eleito indiretamente
41 Pedro Viriato Parigot de Sousa
Aliança Renovadora NacionalARENA 23 de novembro de 1971 11 de julho de 1973 Governador eleito indiretamente. Faleceu
no exercício do cargo.
42 João Mansur
Aliança Renovadora NacionalARENA 11 de julho de 1973 11 de agosto de 1973 Governador substituto por morte do titular
43 Emílio Hoffmann Gomes Aliança Renovadora NacionalARENA 11 de agosto de 1973 15 de março de 1975 Governador eleito indiretamente
44 Jaime Canet Júnior Aliança Renovadora NacionalARENA 15 de março de 1975 15 de março de 1979 Governador eleito indiretamente
45 Ney Braga[35]
Partido Democrático SocialPDS 15 de março de 1979 14 de maio de 1982 Governador eleito indiretamente
46 José Hosken de Novais
Partido Democrático SocialPDS 14 de maio de 1982 15 de março de 1983 Vice-governador eleito indiretamente,
assumiu o cargo de governador
Nova República (1985-presente)
47 José Richa
Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 15 de março de 1983 9 de maio de 1986 Governador eleito por sufrágio universal
48 João Elísio Ferraz de Campos
Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 9 de maio de 1986 15 de março de 1987 Vice-governador eleito por sufrágio universal, assumiu em face da renúncia do ritular
49 Alvaro Dias Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 15 de março de 1987 15 de março de 1991 Governador eleito por sufrágio universal
50 Roberto Requião Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 15 de março de 1991 2 de abril de 1994 Governador eleito por sufrágio universal
51 Mário Pereira
Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 2 de abril de 1994 1 de janeiro de 1995 Vice-governador eleito por sufrágio universal, assumiu em face da reúncia do titular
52 Jaime Lerner Partido Democrático TrabalhistaPDT 1 de janeiro de 1995 1 de janeiro de 1999 Governador eleito por sufrágio universal
Partido da Frente LiberalPFL 1 de janeiro de 1999 1 de janeiro de 2003 Governador reeleito por sufrágio universal
53 Roberto Requião Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 1 de janeiro de 2003 4 de setembro de 2006 Governador eleito por sufrágio universal
[37] Hermas Brandão
Partido da Social Democracia BrasileiraPSDB[38] 4 de setembro de 2006 1º de janeiro de 2007 Presidente da Assembleia Legislativa
Roberto Requião Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 1 de janeiro de 2007 1 de abril de 2010 Governador reeleito por sufrágio universal
54 Orlando Pessuti
Partido do Movimento Democrático BrasileiroPMDB 1 de abril de 2010 1 de janeiro de 2011 Vice-governador eleito por sufrágio universal, assumiu em face da renúncia do titular
55 Beto Richa Partido da Social Democracia BrasileiraPSDB 1 de janeiro de 2011 1 de janeiro de 2015 Governador eleito em sufrágio universal
1 de janeiro de 2015 6 de abril de 2018 Governador reeleito por sufrágio universal
56 Cida Borghetti
Partido ProgressistaPP 6 de abril de 2018 1 de janeiro de 2019 Vice-governadora eleita por sufrágio universal, assumiu em face da renúncia do titular[39]
57 Ratinho Júnior
Partido Social DemocráticoPSD 1 de janeiro de 2019 1 de janeiro de 2023 Governador eleito por sufrágio universal
1 de janeiro de 2023 até a atualidade Governador reeleito por sufrágio universal”
Legenda
  1.  nome oficial do prédio do poder legislativo é uma homenagem ao ex-deputado estadual do Paraná e catarinense de nascimento, falecido em 30 de agosto de 1999.

 

 

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar